Quais são os principais tipos de financiamento imobiliário?

Quais são os principais tipos de financiamento imobiliário?
2 meses atrás

Uma grande parcela dos brasileiros recorre aos diversos tipos de financiamento imobiliário a fim de realizar o sonho de adquirir a sua casa própria. Para isso, é imprescindível entender minimamente do assunto, evitando assim possíveis contratempos na quitação do imóvel.

Em outras palavras, é preciso saber que as taxas, condições de pagamento e juros podem apresentar muitas diferenças de um tipo de financiamento imobiliário para o outro. Dessa forma  as chances de fazer uma escolha assertiva desse recurso que tem como objetivo te ajudar a alcançar de maneira mais fácil a compra da sua casa própria, serão muito maiores. Confira!

Conheça os tipos de financiamento imobiliário mais utilizados

Antes de determinar quais os melhores tipos de financiamento imobiliário, você deve conhecer quais são os mais utilizados pelo mercado. Para isso, listamos neste post as principais opções de financiamento imobiliário para que você possa escolher aquela que melhor atenda suas necessidades.

Sistema Financeiro de Habitação (SFH)

Por meio da lei Nº 4380 de 1964 é possível conseguir a liberação de crédito disponível nas contas de poupança, como também do FGTS para realizar o financiamento imobiliário. A partir de então foi desenvolvido o SFH, que é uma importante ferramenta para a facilitação e aprovação do financiamento imobiliário para milhares de brasileiros.

A principal característica do SFH é financiar no máximo de 80%  do valor referente ao imóvel que será objeto do financiamento imobiliário, inclusive das despesas acessórias. Portanto, as determinações desse tipo de financiamento imobiliário são:

  • CEM – Custo Efetivo Máximo: não deve exceder a 12% ao ano;
  • Valor da avaliação total do bem: não pode ultrapassar o valor de R$1,5 milhão;
  • CET – Custo Efetivo Total: inclui alíquotas e seguros como DFI (Danos Físicos do Imóvel) , MIP (Morte e Invalidez Permanente) e morte.

Vale ressaltar ainda que para contratar este financiamento imobiliário, não é aceitável que tenha outro esteja em aberto. Como também possuir cerca de 10% do valor do imóvel para que seja possível fazer a utilização do FGTS na quitação do imóvel.

Sistema Financeiro Imobiliário (SFI)

Contudo, se as condições apresentadas pelo usuário não corresponderem às exigências do SFH, é possível utilizar o Sistema Financeiro Imobiliário. Esta modalidade de financiamento imobiliário é recorrentemente usada pelos empreendedores do setor imobiliário.

Assim sendo, os imóveis com valores mais elevados são enquadrados mais facilmente nesta opção. Nas grandes capitais, como Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo, esta é uma alternativa muito utilizada, visto que os valores das instalações são mais caros.

Outra grande vantagem do financiamento imobiliário SFI é a baixíssima burocracia na transação, já que é possível fazer a negociação diretamente com a instituição financeira. Entretanto, neste caso não é possível fazer uso do FGTS no financiamento imobiliário.

Minha Casa Minha Vida

Possivelmente este seja o financiamento imobiliário mais conhecido pelos brasileiros, principalmente os de baixa renda. Este programa habitacional permite uma diminuição significativa do déficit habitacional no país, pois oferece condições que facilitam a aquisição da casa própria.

Onde encontrar casas e apartamentos para comprar?

Independentemente de qual o financiamento imobiliário que você escolha, é fundamental contar com o apoio de um profissional responsável para te auxiliar nas transações imobiliárias. Na Virtus Imóveis, certamente você terá maior tranquilidade para escolher o imóvel ideal para passar bons momentos junto da sua família. Sendo assim, não deixe de acessar hoje mesmo o site e solicitar a ajuda de um dos seus profissionais competentes.

virtusco

virtusco