Planejamento financeiro para comprar ou trocar de apartamento

Planejamento financeiro para comprar ou trocar de apartamento
7 minutos atrás

Antes de realizar um planejamento financeiro é fundamental ter em vista qual objetivo pretende alcançar, como a compra de um carro, fazer uma graduação ou ainda comprar seu próprio imóvel. Dessa forma, ficará mais fácil definir quais estratégias devem ser adotadas, para que o seu planejamento financeiro consiga cumprir com êxito a meta traçada.

No caso da compra de uma casa, por exemplo, alguns aspectos devem ser considerados:  o tipo do imóvel, o valor que pretende investir, a localização, dentre muitos outros fatores. Para te ajudar a elaborar um planejamento financeiro de maneira fácil e objetiva, listamos neste artigo algumas dicas valiosas. Confira!

Como fazer um planejamento financeiro para comprar ou trocar de apartamento

A facilidade de realizar um financiamento imobiliário tem sido possível devido as recentes quedas nas taxas de juros. Mas antes de fechar um negócio é inevitável fazer um bom planejamento financeiro para que possíveis contratempos sejam evitados.

Para dar início a esse processo, que é um importante passo para que você consiga comprar sua casa própria, é importante seguir alguns passos.

1) Defina o tipo de imóvel que deseja

Diante de tantas opções de casas e apartamentos que o mercado imobiliário oferece, fica difícil fazer uma escolha, mas essa etapa é de fundamental importância para o planejamento financeiro.

Nesse caso, você deve avaliar o orçamento disponível, para que assim possa optar entre uma casa em um condomínio fechado, que tem um custo bem maior.

Ou ainda um  imóvel  na planta, que possui um investimento mais baixo, como também se a região em que a casa está localizada atende às suas expectativas.

2) Verifique o saldo do FGTS

Certamente, as chances das pessoas adquirirem seu próprio imóvel cresceram consideravelmente com a possibilidade de utilizar o FGTS no financiamento imobiliário.

Mas para que isso seja possível a pessoa deve apresentar alguns requisitos:

  • Comprovar que trabalhou de carteira assinada nos últimos 3 anos, mesmo que não seja de forma contínua;
  • Não possuir nenhum outro financiamento ativo por meio do SFH-Sistema Financeiro de Habitação;
  • Não ter em seu nome nenhum outro imóvel na cidade onde pretende comprar sua casa ou apartamento;
  • Residir na cidade onde vai comprar o imóvel.

Além disso, o solicitante deve apresentar os seguintes documentos:

  • Documento de identificação, como RG e CPF;
  • Comprovante de residência (conta de telefone, de água ou de luz);
  • Carteira de trabalho;
  • Certidão de nascimento ou casamento;
  • Certidão da matrícula do imóvel pretendido.

3) Analise os tipos de financiamento

O planejamento financeiro bem executado, com certeza será uma grande ajuda na hora de escolher o melhor tipo de financiamento imobiliário para você.

Afinal, assim como cada pessoa tem suas necessidades e características, os programas de financiamento possuem peculiaridades.

Desta forma, um tipo de financiamento que pode ser bom para uma pessoa pode não sê-lo para outra.

Mas vale ressaltar que as instituições financeiras que participam diretamente com o Governo, como a Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, é provável que você consiga encontrar melhores condições de negociação.

Conclusão

Embora pareça um tanto quanto burocrático realizar um financiamento imobiliário, com um planejamento financeiro bem executado fica muito mais fácil. Assim sendo, a realização do sonho da casa própria ficará mais próximo de tornar-se realidade.

Somado a isso, é imprescindível recorrer a uma empresa que disponibilize imóveis que atendam às suas exigências e necessidades. Nesse sentido, a Virtus pode te ajudar, já que conta com casas e apartamentos para todos os perfis de moradores. Acesse o site e confira!

virtusco

virtusco